sexta-feira, 29 de maio de 2015

DIBS Em Busca de Si Mesmo (Virgínia M. Axline)


Tradução: Célia Soares Linhares
Editora/Cidade: Círculo do Livro/São Paulo
Ano de Publicação: 1964
Páginas: 200
Nota: 5/5

Este livro tem um gênero diferente do que eu estou acostumada resenhar aqui no blog, mas ele é tão lindo e especial, que achei válido mais pessoas conhecerem esta maravilhosa história.

     O livro é sobre a história de uma criança que através do processo psicoterápico, vai em busca de si mesmo. 



     Dibs, é um garoto de cinco anos que já frequentava a escola havia dois anos e não falava de maneira alguma. Enquanto as outras crianças se reuniam para realizarem as atividades e brincar, ele sentava em algum lugar e ali ficava imóvel, ou saía andando pela sala olhando os objetos, mas se alguém chegava perto para lhe disser algo, ele tinha acesso de raiva.
    A escola não sabia mais o que fazer, tinham dúvidas se ele tinha um retardo mental, ou alguma outra lesão no cérebro. 



O pai era um cientista muito renomado, ninguém nunca via - o. A mãe sempre ia levar ele na escola e busca - lo, e quando indagada a respeito de buscar ajuda profissional para Dibs, pedia aos professores que lhe dessem mais tempo. Tinha também a irmã mais nova, que sempre era referida como a "criança perfeita."



   Então uma psicóloga clinica é convidada pela escola para observar Dibs, e depois de um breve contato com a criança, ela decide fazer o possível para tentar ajuda - lo. Iniciando, após o consentimento dos pais, sessões de ludoterapia, onde Dibs era levado uma vez por semana, durante o período de uma hora, na sala de brinquedos no Centro de Orientação Infantil.

E a partir das suas brincadeiras, em um ambiente onde ele sentia - se seguro e confiava na psicóloga, que deixava - o desenvolver seu próprio caminho, Dibs consegue ir expressando seus sentimentos e se libertando dos seus medos. Compreendendo - se e acreditando em si mesmo.



Eu não tenho nem palavras para dizer o que senti enquanto lia e depois de ler este livro. É incrível! Muito emocionante. Recomendo todos lerem esse livro!


Alguém já leu?

2 comentários:

  1. 1964? que incrível, a resenha me pareceu super moderna. Quero ler =)

    literarizei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita não é tão difícil, apenas é rica em detalhes! Leia sim, é um livro maravilhoso.

      Excluir

Pin It button on image hover