terça-feira, 15 de setembro de 2015

Hush, Hush: Crescendo (Becca Fitzpatrick)

ISBN: 978-85-8057-009-0
Título Original: Crescendo
Tradução: Livia de Almeida
Editora/Cidade: Intrínseca/Rio de Janeiro
Ano de Publicação: 2011
Páginas: 288
Classificação:  4/5
Série: Hush, Hush: Sussurro - Crescendo - Silêncio - Finale
Links: Submarino - Skoob

Anjo.
Levantei meus olhos quando patch disse meu apelido em meus pensamentos. Estar perto de você, da forma que for, é melhor que nada. Não vou perdê – la. Ele fez uma pausa e, pela primeira vez desde que o conheci, vi uma sombra de preocupação em seus olhos. Mas já cai uma vez. Se eu der aos arcanjos motivos para imaginarem que estou remotamente apaixonado por você, eles vão me mandar para o inferno. Para sempre.

Obs: Para quem ainda não leu o primeiro livro da série, esta resenha pode conter spoilers.

No segundo livro da série Hush, Hush, Nora, que agora tinha Patch como seu anjo da guarda e namorado faz inúmeras tentativas de se aproximar mais dele, pois percebia que ele carregada inúmeros segredos. E tudo começa piorar quando um dos segredos envolve Marcie Millar, a grande inimiga de Nora.



Patch era o tipo de cara que as mães temem que suas filhas namorem, lindo, irresistível e perigoso, e por isso a vinda de Scott Parnell, amigo de infância de Nora, para a cidade foi um acontecimento muito feliz para mãe de Nora, mas não durou muito. Junto com ele veio mais segredos, e no fundo, mesmo não gostando dele, Nora sabia que havia algo errado.

Além disso ela não conseguia superar o assassinato de seu pai que ocorreu anos atrás, e tudo parece piorar ao começar ter visões com ele. Nora só poderá contar com a ajuda de sua melhor amiga Vee. E parece que as férias não serão tão calmas quanto havia imaginado.


Uma das coisas que me chamaram atenção no livro foi a ausência da mãe de Nora. No começo do livro ela aparece super protetora, mas conforme o decorrer da história ela se afasta totalmente, mesmo sabendo os terríveis perigos que sua filha corre.

A história possui bastante ação, mas achei algumas partes bem cansativas, e confesso dizer que muitas vezes o orgulho meio bobo de Nora me irritou. E como fazia muito tempo que eu havia lido o primeiro livro, fiquei perdida em algumas informações, então demorei um pouco para pegar embalo na leitura. Fora isso é um livro com vários suspenses e que dá para se surpreender. O final promete muitas confusões para o próximo livro, que é Silêncio.


A capa remete bastante o estilo de leitura, mas ainda prefiro a capa do primeiro. O livro parece ser curto, mas engana. A letra é pequena e os capítulos são mais longos, mas depois que me envolvi na história li bem rápido.
 “Por que todo mundo achava que eu precisava de um namorado? Eu não queria um namorado. Não queria mais nem ouvir falar em namorados pelo restante da vida. A única serventia que um namorado tinha era de partir coração. ” (p. 120)
Espero que você tenham gostado.
Não se esqueçam de deixar seus comentários, dúvidas e opiniões aqui.
Beijinhos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pin It button on image hover