quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

As Vantagens de Ser Invisível (Stephen Chbosky)

 ISBN: 978-85-325-2233-7
Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Tradução: Ryta Vinagre
Cidade/editora: Rio de Janeiro/Rocco
Ano de Publicação: 2007
Páginas: 223
Submarino - Skoob
   A história ocorre entre os anos de 1991 e 1992, onde Charlie conta sua vida por meio de cartas que envia a uma pessoa “desconhecida” do leitor. Charlie é um adolescente de 16 anos que vivia com seus pais e irmãos, o irmão mais velho entrou para a faculdade e é jogador de futebol, a família possui muito orgulho dele e esperam que ele se torne um profissional. Já a irmã de Charlie é veterana e feminista, apesar das brigas, eles possuem uma boa relação.

    Charlie está no ensino fundamental e tem medo de entrar para o ensino médio, não tem muitos amigos, e o que tinha se suicidou no ano anterior, ele parecia um garoto normal, tirava boas notas, e tinha um professor que gostava muito dele, porém havia algo que nem mesmo ele entendia direito, mas tinha haver com a morte da tia Hellen quando ele tinha sete anos de idade.

     Tia Hellen era uma pessoa que ele amava muito, e ela tinha ido morar com a família depois de seus problemas, mas acabou sofrendo um acidente de carro e veio a falecer. O que perturbou muito Charlie.
    A vida dele muda quando conhece os irmãos Patrick e Sam, e passa a conviver com eles em seu mundo, diferente do que ele conhecia até então.

   Charlie é um bom filho e um ótimo amigo, porém existe algo que o prejudica sem ele mesmo perceber, e somente no final do livro isso fica claro para ele, assim como o motivo.

   O livro tem a estrutura diferente dos livros convencionais, é dividido em três partes e a história é contada por meio de cartas que Charlie envia para um “desconhecido” do leitor. Achei muito legal esta maneira de narrar a história, a leitura é fácil e flui bem, a edição que eu li tinha as letras em um tamanho bom. A capa é da versão do filme, e tem a Emma Watson que faz o papel da Sam, e lógico que eu gostei.
    Devo dizer que fazia tempo que eu tinha a intenção de ler este livro, então sempre fugia de spoiler. No começo da leitura eu não imaginava a riqueza de conteúdo que o livro teria, é realmente um estudo de caso sobre a fase da adolescência, com as inseguranças, incertezas, descobrimentos, e como ela pode ser complicada se a infância da criança foi prejudicada por algum motivo. Trás temas como drogas, sexo, opção sexual, depressão, enfim, o autor conseguiu unir todas as coisas e montar uma história incrível.


     E para finalizar, deixo a famosa frase de Charlie: “Eu me sinto infinito”.

Vocês já leram o livro?
O que acharam?
Beijinhos <3

4 comentários:

  1. Emma <3
    Eu já vi o trailer da adaptação pro cinema e gostei bastante, mas como sei que, normalmente, o livro é melhor que o filme, vou confiar mais na sua resenha, hahaha. Vou colocar na lista de "quero ler" do skoob pra não esquecer dele.
    Beijo, Re! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho vontade de ver a adaptação só por causa da Emma hahahaha
      Tenho certeza de que você vai gostar!
      Beijos, Lê <3

      Excluir
  2. Essa última frase! 💖
    Eu não li o livro, mas assisti o filme e simplesmente amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É linda essa frase né?
      Leia o livro também! Você vai gostar!
      Beijos

      Excluir

Pin It button on image hover