domingo, 25 de outubro de 2015

O Verão das Bonecas Mortas (Toni Hill)


ISBN: 978-85-64406-63-6
Título Original: El verano de los juguetes muertos
Tradução: Fátima Couro
Editora/Cidade: Tordesilhas/São Paulo
Ano de Publicação: 2013
Páginas: 369
Links: Submarino - Skoob
Classificação

   Três mortes inexplicáveis. Uma cidade sufocante. O detetive Héctor Salgado acaba de voltar de suas férias forçadas. Cheio de frustrações pessoais, alvo de uma averiguação da própria polícia por agredir o suspeito de um caso de tráfico de mulheres, ele é incumbido de investigar extraoficialmente a morte do jovem membro de uma poderosa família de Barcelona. E o que parecia um simples caso de suicídio ou morte acidental acaba levando o detetive Salgado a desenterrar segredos perturbadores de pessoas acima de qualquer suspeitas.

É o segundo livro de uma série, o segundo tem título no Brasil: Os Bons Suicidas.
A história se passa em Barcelona, com o detetive Héctor Salgado voltando de suas férias, que na verdade era um afastamento do seu cargo depois de ele ter perdido o controle e espancado dr. Omar que era suspeito de um caso de tráfico de mulheres.
Héctor só não foi despedido por conta do delegado-chefe, Savall, que considerava-o muito, então lhe dá um caso extraoficialmente para ele investigar, enquanto a agente Martina investigava o estranho desaparecimento do dr. Omar.



O caso que Héctor precisava finalizar parecia ter uma conclusão óbvia, a agente Leire já havia aberto a investigação, e só não havia sido deixada de lado porque a mãe da vítima fazia questão que tivesse uma resposta concreta. Marc Castells era o filho de uma rica família de Barcelona e tinha caído da janela do sótão enquanto fumava, depois de uma festa em sua casa.
As investigações duram apenas cinco dias, mas o suficiente para descobrir histórias passadas que também haviam ficado sem respostas. E cada vez que eles avançam mais segredos vão sendo revelados. E o maior desafio é saber o que a morte de uma garota há treze anos tem a ver com os fatos presentes.
Héctor Salgado é um detetive bastante diferente do comum, nada de herói, apenas um homem com vários problemas pessoais e de trabalho, que podem destruir sua carreira. A forma que ele lida com tudo é bastante interessante, e apesar de muitas vezes se mostrar durão, teme várias coisas que possam acontecer.


A história é bastante envolvente. No início os casos vão aparecendo de forma solta, mas depois à medida que os personagens começam se relacionar tudo vai se esclarecendo. O final é bastante inesperado, e deixa um suspense que talvez só venha ser esclarecido no próximo livro.
O livro é dividido pelos dias das semanas, os capítulos são curtos e as letras grandes. As folhas são mais amareladas, eu particularmente gosto bastante. Achei a capa um pouco macabra, porém se encaixa bem pela história, e de fato, faz todo o sentido. Mas ainda assim eu evitava olhar para ela enquanto lia hahaha.


Este é o primeiro romance do autor, que já traduziu várias obras e é formado em psicologia - só para eu gostar mais dele :) E gostei bastante de sua maneira de escrever, conseguindo deixar o leitor próximo do personagem. O livro é narrado em terceira pessoa, por um narrador observador.

Não se esqueçam de deixar seu comentário :)
Beijinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pin It button on image hover